27 de out de 2011

Se cada cabeça é um mundo, cada alma esconde um universo.

Sendo assim meu universo está cheio de constelações confusas, sem nome desorganizadas, muitos meteoros vem caindo constantemente nos planetas que estão sempre em movimento, planetas estes que têm nomes como: Amizade, Amor, Família (que são os meus preferidos) mas também há aqueles que não simpatizo muito, como: ódio, raiva e o confusão...Minhas estrelas são grandes e iluminadas, mas tem dias que dependendo dos movimentos de confusão ou do distanciamento de Amizade ficam bem apagadinhas, mas basta o confusão ficar quietinho com o ódio e o raiva, e então o amizade, o família e o amor estarem tranquilos que essas duas estrelas que as vezes azuis e por outras verdes, ficam com ar de alegria...Meu universo em fase de exploração ainda...Espera por um habitante que tem sua vaga no planeta amor, mas não basta chegar e morar tem que preencher todos os requisitos necessários.
Não espero por alguém que me mande mil mensagens de texto e que ligue 30 vezes por dia ou que fale "eu te amo" a todo instante, quero alguém que aprenda a me amar e que me faça amar, não quero números, quero sensações as mais belas e sinceras, possíveis e impossíveis que possam sempre estar em todo meu universo.