29 de ago de 2011

Homens...Homens

Pensei que conseguiria deixar os homens em "paz", pelo menos por um tempo...Mas infelizmente não vai dar, sempre percebo atitudes que seriam impossíveis que passassem despercebidas aos meu olhos, claro julgar é muito fácil vocÊs podem pensar, mas nunca esqueço que nem todos são iguais...quem sabe ainda não descubro algum que não tenha nenhum desses maus costumes....kkkkk, Irônico não é?...Mas quem sabe??
Dentre algumas coisas que me chamaram a atenção esses dias, é de como os "nossos queridos", ao mesmo tempo que são "cegos", enxergam demais também...Quando estão sendo traídos, nunca percebem o arranjo que carregam em suas cabeças, mas quando estão bem procuram digamos que..."SARNA PARA SE COÇAR"...Há aqueles, que preferem acreditar nos "amigos", ou até mesmo inventam historinhas ridículas, para como diriam os mais velhos "jogar uma verde pra colher madura"...São eles sim, os inseguros, machistas, super-protetores...TEm uns ainda por aí, que acham que se a mulher não vai sair com ele, ela não pode se arrumar, para que outros não a desejem... Só que detalhe eles adoram ficar olhando as mulheres dos outros, adoram elogiar e quando não estamos perto, imagina o que eles não fazem...Sabe o que realmente eu acho??...Esses homens que são inseguros são deste modo por que sabem muito bem como eles reagem quando passa uma mulher bonita, deixem de ser "idiotas" e inseguros...A mulher tem que se arrumar sim, será que não sabemos que uma das coisas que vocÊs mais gostam é quando estão acompanhados de uma mulher, bonita e bem arrumada...VocÊs exibem a mulher como um prÊmio, e quando saem sozinhas, ou com as amigas não podem se arrumar, Ah faz o favor de ir lá na esquina ver se tem um elefante cor de rosa com bolinhas brancas, dançando balet....Vocês não conseguem viver sozinhos...MAs desse jeito tão pedindo pra procurar outra companhia...Meus amores fica a dica...MULHERES ODEIAM HOMENS EGOÍSTAS, INJUSTOS E INSEGUROS, VIVA E TENTE SER FELIZ ACREDITANDO EM VOCÊ, TENHA AUTO-CONFIANÇA!!




Um favor, PLEASE CRESÇAM....!!! 

24 de ago de 2011

Sensações

Havia um garoto, na realidade um homem, ele se dizia apaixonado por aquela garota, que na realidade era uma mulher, mas ela...Ela tinha uma ferida em seu coração que aparentava nunca cicatrizar... E ele?...Ele continuava apaixonado e dizia-se capaz de esperar o tempo que fosse para aquela ferida fechar-se...Com o tempo eles pararam de conversar, apenas se encontravam por acaso nos corredores da faculdade, ou apenas em meio ao transporte que os levavam para casa...Mas os sentimentos daquele HOMEM, não mudavam, mesmo sem dizer nada ele demonstrava seus sentimentos da forma mais bela existente...Pelo olhar, e olhava ela e seus olhos fixos em seu rosto...por vezes cheguei a presenciar esta cena, seus olhos brilham ao olhar para aquela mulher, e uma linda mulher...Não só fisicamente, mas uma pessoa rara, linda de alma, aquela que encanta a todos...Ele em si também um homem raríssimo, em extinção, um dos poucos que conheço, que importam-se primeiramente com a essência  da mulher e não com a aparência, como a grande maioria dos homens...


    "A beleza está nos olhos de quem as vê e não nas curvas do corpo"                           (Augusto Cury)









...Ela quer se "desapaixonar", para apaixonar-se novamente, quem sabe seja por esse homem, ou pelo mesmo amor que causou a grande ferida, um amor ressuscitado e transformado, ou por alguém que ela encontre numa fila, ou em um restaurante...Seja como for ela vai saber que é a pessoa da sua vida quando curar-se por inteiro  e voltar a sentir: Seu coração acelerar, suas pernas tremerem, e começar a viver um paradoxo emocional, onde haverá  um medo de encontrá-lo a ao mesmo tempo vontade de vê-lo...


"Talvez ele esteja encantado e ela seja uma princesa, e por ser essa grande magia, então seria mais fácil viver um encantamento em sonho, em vez de acordar para a realidade"
           (Dayane Cristina Souza Santos)

18 de ago de 2011

O sábio e o tolo

Era uma tarde angustiante, havia trabalhos da faculdade a fazer e prolemas a serem resolvidos, mas resolvi apenas sentar, colocar meu fone de ouvido, e ouvir uma boa música enquanto admirava tudo aquilo que passava despercebido todas as tardes...o céu azul , me passava uma paz indescritível, as poucas nuvens me fizeram lembrar dos tempos de criança, onde sentava na calçada e brincava com o formato das nuvens e por alguns minutos parei e contemplei todas aquelas maravilhas que passam despercebidas na correria do dia-a-dia...Foi quando senti o vento tocar em meu rosto, e há quando tempo eu não percebia a existência do vento...E apenas pude entender, que o que eu escrevia em meu caderno e com o primeiro lápis que encontrei, era algo muito simples, mas que nos acontecimentos mais simples da vida é onde encontramos a felicidade, mas também como essas coisas simples podem ser tão profundas...Um sorriso, o cantar dos pássaros depois de uma noite chuvosa, o sol que ilumina nossa vida, as folhas das árvores que balançam com o vento, e as outras que caem com uma leveza incomparável...Gostaria de ser sábio sempre ao invés de por alguns instantes, para conseguir sempre encantar-me com toda essa simplicidade , que me enche o coração de amor...Amor maior pelo meu Criador que pensou em cada detalhe, e nos deu tudo para sermos felizes com as coisas mais simples e ao mesmo tempo as mais grandiosas...

       "Que sejamos sábios e não tolos, pois o impossível que o tolo vê, é apenas um obstáculo, que ajudará o sábio a encontrar a felicidade na linha de chegada"         ( Dayane Cristina)






                                                                                       

15 de ago de 2011

Como pode ser o TUDO e o NADA??

Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia
Sou teu luar em plena luz do dia...
Sou teu ego, tua alma,
Sou teu céu o teu inferno a tua calma
Eu sou teu tudo, sou teu nada...
Sou teu mundo sou teu poder,
sou tua vida sou meu eu em vocÊ...
                  (Paula Fernandes)

Ela estava triste, decepcionada, se sentia traída, apesar de não ter nenhum laço amoroso mais com ele...Desfilar com outra garota, como se fosse um prêmio, a fazia sentir-se humilhada, como se aquilo, fosse algum tipo de vingança, pelo sentimento que só batia em um coração...Até por que ela não conseguia o enxergar, em algo além de amizade, mas sentir-se constrangida, era o mínimo que poderia acontecer...E naquela noite ela teve mais uma certeza, a certeza de que talvez os homens não amassem, o quanto diziam...E aprendeu uma lição ainda maior: "Preocupe-se mais com a sua consciência do que com sua reputação. Porque sua consciência é o que você é, e a sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam, é problema deles."


...Chateada, ela resolveu sair daquele ambiente e ir falar com algumas amigas, que estavam mais adiante, foi quando o incrível aconteceu...Encontrou alguém que jamais imaginou que encontraria naquela noite...alguém que se importou em saber o por que de sua angústia, alguém que a escutou, que aconselhou, alguém em que alguns instantes transformou seus sentimentos e a fez esquecer dos fatos que estavam fazendo da sua festa algo estressante...E o pior é que ela não consegue arrancar ele de seus pensamentos, por que ele é o tudo que ela queria...com um extra do nada, aquilo que ela não gosta em um homem, só que é esse "nada"
que lhe apetece...
...O jeito de olhar, o toque, o conselho, a dança desajeitada, ela se sentia conturbada...em momentos até demorou para responder uma simples pergunta, ela não entendia o que aquele homem tinha de tão especial que a fazia estar parecendo bebada...sem ter bebido...uma sensação inexplicável, de como se ainda nem o conhecesse...e enfim o Beijo, seguido daquele olhar, e seus lábios que a disseram: "A noite nem foi tão ruim assim..."
E cada um pegou seu caminho de volta para casa...E ainda não voltaram a se encontrar...Só nos sonhos dela...




"VocÊ é meu tudo e meu nada, o TUDO que eu quero e um NADA que me fascina"
                                                                                (Dayane Cristina)

9 de ago de 2011

Iguais e diferentes

E como pode uma aula de psicologia, deixar tudo resolvido e desvendar mistérios...




      ...Elas sofriam por motivos iguais, mas viviam esse sofrimento de maneira diferente...Enfim elas eram "iguais e deferentes"...Uma  perdia de aproveitar a vida, sair, conversar, ver amigos, se divertir, "ELA vivia para ELE"... O AMOR do passado, aquele que deu carinho, proteção, que dizia que amava, mas que a fazia sofrer...Desde então começou a viver, para aquele amor que morria a cada dia um pouco mais...um amor em fase terminal, sem cura, que esperava em seu leito a hora de partir desse mundo e virar "estrelinha", apenas uma recordação boa e ruim...Mas ela não queria aceitar gastou tudo que tinha em lágrimas e palavras para que ele se reanimasse...Se humilhou pediu, não só a este paciente, que tivesse forças de continuar vivendo naqueles corações que já não batiam mais no mesmo ritmo, como também pediu a DEUS...Mas a hora da morte chegara, os médicos ( Amigos),aconselharam a desligar os aparelhos pois, já não havia mais nada a ser feito, vivo ele continuaria sofrendo e fazendo outras pessoas sofrerem junto com ele...






...A outra nunca conseguira viver esse amor para o mundo,chorou, sofreu, se sentia incapaz de amar novamente, ou pelo menos deixar de amá-lo, até que percebeu que aquele homem não merecia suas lágrimas e angústias, e que amá-lo daquela forma, só lhe fazia mal, suas alterações de humor, eram contantes, e o mais longe que ela poderia chegar seria a um consultório de um psicólogo com o acompanhamento de um psiquiatra...Ela não aceitava vê-lo com outra, ela se sentia mal...Até que em um ataque de esquizofrenia, no topo da loucura...ela sacou uma arma e o matou, mas a alma ainda pertubaria seus sonhos, sua vida...Pra fugir dessa alma, tentou buscar novos amores...SEM SUCESSO...Mas aprendeu a se divertir, sair, dançar, encontrar amigos...Assim ela pode ver que o fantasma a cada dia aparecia com menos frequência...Ela sofreu muito, ainda sofre, e tenho certeza que ainda vai sofrer mais...Até o dia em que ela conseguir livrar-se inteiramente daquela alma que vaga em sua casa...




...ELas um dia se encontraram, se conheceram e tornaram-se amigas, irmãs, confidentes...Estão passando por tudo juntas, com a certeza de que não estão sozinhas, pois, sempre terá quem as segure quando a queda for inevitável...E elas sabem que a tristeza pode durar uma noite inteira...uma noite solitária, fria e escura, mas com o nascer do sol...as coisas ficam bem mais fáceis de resolver...e a felicidade e o amor??   Ahh já, já estão nascendo, e ganhando o mundo e em uma dessas voltas do planeta...Elas encontraram e tudo vai ser bem melhor...Elas são iguais e diferentes...

"Somos todos iguais, com conflitos diferentes.
Somos todos diferentes, com conflitos iguais e maneira diferentes de resolver conflitos iguais.
" ( Edneia Gloria)