14 de ago de 2012

Um pobre coração

E colocou o bolo no forno, depois de um dia muito cheio, e ao esperar que ele asasse colocou suas músicas preferidas para escutar, e viu o passado por ela e as recordações vieram junto com as músicas e quantas coisas andaram acontecendo nos últimos dias, quanta correria, quantas pessoas reencontrou, quantas SMS's enviou... E de repente percebeu que tinha perdido o "foco" aquele grande problema, o dono dos olhares de interrogações já não fazia mais parte de seus sonhos, tornou-se desnecessário... afinal o que importa é viver e viver cada momento e ser feliz, e pessoas que não tem nada de bom a acrescentar  são como árvores secas...não produzem mais frutos, não oferece sombra nos dias de calor, apenas está ali e só!
Quem sabe apenas poucos entendam o seu modo de levar a vida fazendo de tudo para não se apaixonar loucamente, pois quando isso acontece é quase que inevitável que alguém acabe sofrendo...Mas quem entenderá?... Não sei só resta esperar, esperar e torcer para que quando a tal da paixão se torne impossível de controlar...que ninguém acabe chorando.

" Pobre coração, tão cheio e ao mesmo tempo tão vazio desse amor que poucos tem a oferecer."
(Dayane Santos)

2 de jul de 2012

A batalha

E como sempre nos surpreendemos com a vida, com as pessoas e acima de tudo com as situações...
...Sempre venho aqui criticar, questionar e desabafar sobre atitudes masculinas, mas ultimamente andei analisando bastante o universo masculino, digamos que estes dias convivi muito com estas criaturas...um distinto do outro, pude analisar falhas, erros e acertos de ambas as partes na "luta" entre :         "MACHÕES" X "SENSÍVEIS"...e só assim vi que nenhuma verdade é absoluta, mas também nem todas as mentiras são exatamente falsas.
Quem foi que disse que homem não chora?...Ah não conhece verdadeiramente um coração enfeitiçado...
E quem foi que se atreveu a falar que todas as mulheres são sensíveis e amorosas? A expressão "Nunca julgue um livro pela capa"...jamais se encaixou tão bem como agora...
Sinto vergonha por estas mulheres que se fazem de injustiçadas, traídas ou mal-amadas e acabam um relacionamento jurando  não mais voltar até que ela liga, manda um SMS e tenta de todas as formas reatar...fazer isso uma vez já é totalmente insano, agora perder as contas de quantas e tantas...já é "cafajestagem"  da pior espécie...a FEMININA...
...E á aí que ele chora, talvez já por estar acostumado a ter tão pouco não consiga imaginar sua vida sem "aquilo" que não se decide se vai o querer assim do jeito que ele sempre foi ou vai deixá-lo livre desse feitiço para que encontre a verdadeira felicidade ao lado daquela que não o faz derramar lágrimas e sim enxuga-ás mesmo de coração partido...E que possa ser a sua Cinderela do anel novo, pois naquele que ela usava há algo recoberto por uma nuvem escura de tristeza e dor talvez um novo tamanho seja necessário para se adequar as mudanças que são indispensáveis.
Existem mulheres e mulheres, homens e homens e cada vez compreendo mais os homens e entendo menos alguns tipinhos aí de mulher que querem ter razões sendo a parte obscura da história.


"Descobriremos o amor verdadeiro quando as lágrimas que forem derramadas sejam de emoção, alegria e prazer, pois o que realmente é real não causa tristeza a um coração."
(Dayane Santos)

Se botar teu amor na vitrine...

A gente procura, procura, se encanta, se ilude, acha que encontrou "o homem"...até que mais uma vez nos decepcionamos e cada vez aumentamos a certeza de que "quase todos" são iguais...e aqueles que são diferentes são tão raros quanto diamante...ou seja é bem difícil de encontrar.
Estamos vivendo em uma sociedade nojenta feita de mentira e hipocrisia de onde menos esperamos...fico sim revoltadíssima, podem até dizer: "que blog mais feminista, mas não é, só deixo aqui tudo que penso, ou não tenho coragem de falar, a escrita é a minha válvula de escape da solidão, angústia, tristeza, alegria, raiva e etc...
...Mulheres como as vezes se tornam tão ingênuas, aquelas que vivem com seus maridos tenham a certeza....quase todos traem, e o pior é quando nem desconfiam e só acreditam no amor achando que seu "querido" só tem olhos para ela...quanto engano...a vida está indo de um jeito que têm umas até que sabem de "seus enfeites", mas fingem que nada acontece para ter um "MARIDO"...
Até quando vamos ser bobas ao ponto de aceitar migalhas de amor, ou dinheiro, com o pensamento: "Ele se diverte com elas, mas é a mim que ele diz que ama"...Nunca parou pra pensar que ele pode dizer o mesmo para aquela com quem ele sai?...E aí quem ele ama??...Difícil de responder, talvez uma ou a outra, ou as duas, ou quem sabe "NENHUMA", talvez o que ele ame é o prazer pelo proibido, ou o perigo, ou quem sabe a roupa passada em cima da cama prontinha para vestir, ou aquela comida saborosa...E aí está o clímax da história...nem ele saiba que não ama as pessoas e sim o que elas o fazem sentir ou ter.
...São inúmeras possibilidades, deixando bem claro que aqui não estou criticando os homens e sim as mulheres que estão se deixando ganhar por tão pouco, numa vida que tem tanto a oferecer...Eu sei que é complicado, em nenhum momento falei de facilidades, mas o que nos resta é a nossa escolha...se está bem assim, continuem assim, mas se não está não use rótulos e propagandas falsas para demonstrar algo que não te trás prazer.


"O tempo passa o mundo gira e as pessoas?...Continuam a me surpreender negativamente"
(Dayane Santos)

28 de mai de 2012

ANJO

Só ele podia me chamar de "Meu anjo" depois dele nunca deixei que ninguém se dirigisse a mim dessa maneira...
...Mas quem realmente era um anjo era ele, um homem a moda antiga, romântico, carinhoso...e mesmo com o conflito que se gerou ao nosso redor ele me defendeu, como o cavaleiro defendia sua princesa no conto de fadas.
Claro ele não era perfeito e também não tinha apenas qualidades, mas sempre foi o amigão, que compartilhava todas as coisas comigo, vai ver que por sermos tão iguais e gostar das mesmas coisas, não consegui suportar um sósia meu  batendo a minha porta...As mesmas músicas, as mesmas criancices ao telefone falando de desenhos animados e músicas de pop rock, ou quando um ligava para perturbar o outro toda vez que tinha um CORINTHIANS x PALMEIRAS...que saudades de tudo isso.
E ainda continuo com essa ideia em minha mente...não quero ser chamada de "ANJO", pois esta palavra vai ficar eternamente associada a pessoa do:  amigo que eu escolhi ter, no exato memento em que olhei pra ele no dia 7 de junho de 2008 e disse quero me aproximar desse "garoto"...e lá já se vão 4 anos e mesmo com tudo que se passou, ainda quando o vejo de longe, me vêm a frase: "Em menos de um segundo e eu já perco o ar...", que a gente tanto gostava de escutar.
Agora você vai ser papai e vai poder chamar de anjo aquele ou aquela que será um pedacinho de você....que venha com saúde porquê amor...terá e muito isso eu garanto, mesmo de longe eu vou amar, por que faz parte de ti e nós sempre fomos dois insanos idênticos...
Só te desejo sorte, paz e felicidade, pois você merece...


"Afinal de contas o príncipe encantado não merece ser feliz, também no meio do conto de fadas?"
(Dayane Santos)

20 de mai de 2012

Mistérios

Ele segurou seu rosto, olhou no fundo de seus olhos e disse: "Você vai ligar pra mim"
E ela sorri e responde seguramente: "Eu nunca ligo"
Ele insisti: "Você vai ligar pra mim, sim"
Ela: " Você está me hipnotizando, pra mim te ligar?"
Ele sorri e responde: "Mais ou menos"
Ela: "Mas eu não vou te ligar de jeito nenhum"

...Os dias se passaram e aquela vontade de ligar só aumentava, não por apego...Mas nós mulheres somos seres curiosos e adoramos nos envolver em mistérios...Aquele homem falava por códigos e tentar decifrá-los neste momento, era tudo o que ela mais queria...
Seu nome?
O que faz?
De onde vem? Para onde vai?

Nada de "apegação", mas quem sabe brincar de detetive...não se tem nada a perder, ainda mais agora que as atitudes das pessoas não a surpreendem mais, agora sei que posso esperar tudo e de qualquer pessoa...sem surpresas e sustos!
Talvez tenha ficado menos crente em amor depois de tantas coisas, desilusões, verdades, canalhices...É complicado é estranho pensar, que pessoas que você sempre confiou e acreditava que eram diferentes podem ser capazes de cometer coisas tão insanas, ou serem tão anti-éticas e sair contando coisas das quais não as pertence.
Quem sabe essa crença no amor tenha diminuído, mais ainda não desisti de ser feliz, aliás estou muito bem, obrigada!...Não é necessário estar em um relacionamento para estar feliz, e logo em um mundo, onde pessoas que te dizem "Eu te amo"...são capazes de te trair, te esquecer...Nunca falei isso da boca pra fora em sã consciência, sóbria e de coração aberto pra ninguém, não se deve entregar o jogo, quando fazemos isso abrimos um leque de oportunidades para que os outros venham a querer manipular nossas vidas...E isso não tem vez para essa estranha criatura que vos fala.

"Gosto do sabor estranho do desconhecido, resolver mistérios, me aventurar, quem sabe aí eu encontre respostas das quais nunca formulei perguntas e encontre complementos para este peito que continua aberto"
(Dayane Santos)

4 de abr de 2012

8 anos...

Como tudo passou tão rápido, parece que foi ontem que a garotinha meiga, inocente, boba chegou a esta cidade...cidade que trouxe tantas alegrias, tristezas...não vou mentir cheguei obrigada pelo destino...e permaneci pela paixão.
Deixei tudo que tinha minha casa, os amigos mais loucos e impressionantes, a escola, meus cursos...minha rotina, minha vida...vi tudo desmoronar, bati o pé e disse ainda volto pra cá...e essa promessa ainda não consegui cumprir...E como dias iguais a hoje me fazem relembrar tudo de lá: esse friozinho a garoa...que saudade da minha janela, da minha varanda, e minha mãe gritava: "Sai dessa janela menina, você acha que seu príncipe encantado vai passar aí na rua?"...Ele não iria, eu sei mais lembro com alegria dos amigos que fiz só por permanecer na minha "janelinha"...
...Sonho com o dia que voltarei a ver minha casa, meu quarto, minha janela e minha varanda...e sei que vou chorar, chorar de saudades daqueles que não passarão nunca mais embaixo de minha janela, nem se sentarão a calçada comigo para jogar conversa fora até altas horas, ou pintar a rua com a bandeira e os mascotes da copa, ou até pra me ajudar a fugir de casa no natal e beber champanhe...ou apenas pra comer pizza e escutar Jota Quest...eles não estão mais lá e isso me dói...Mas tenho consciência que eu aproveitei cada momento que pude com eles ao máximo!!
... Os motivos que me trouxeram pra cá já não gosto de falar o que passou, passou só quero lembrar das coisas boas que vivi até hoje, dos amigos que fiz ,das loucuras que cometi, das aventuras...e vejo que tudo valeu e vale a pena...Como cheguei a dizer não queria vir, mas agora já não me vejo sem tudo isso...


" As maiores loucuras que cometemos, acabam que tornam-se também os momentos mais maravilhosos"

(Dayane Santos)

3 de abr de 2012

Respostas

Já não necessito das respostas, e aquela roupa suja? Ah vou jogar fora, Tô sem tempo de lavar, vou e compro novas, pois aquelas já nem me serviam mais...a garotinha, meiga, pura, inocente e idiota que você queria...sinto muito em te dizer ela agora é uma mulher!
...Então meu querido continue como você está, já que se preocupa tanto com os comentários das pessoas do que com seus sentimentos ...Garanto pra ti que tem quem me queira do jeitinho que sou...
É melhor sofrer pela distância amando, do que sofrer perto sem ser amada, por que com o correr do relógio e a ajuda da distância, tudo se torna menos doloroso, mais ausente e consequentemente vai se apagando aos poucos da memória.
...Quero distância, da tua presença, da tua casa, dos teus abraços...E teus beijos?? ...Esses já não me fazem tanta falta, esse tempo que está aqui a passar... acho que já andou fazendo curativos e cicatrizando feridas de uma forma que nem tinha percebido, só agora com o remexer dessa história, me provaram que já estão totalmente  curadas e que meu coração já pode ir pra casa descansar, pois ele é forte e não vai se abalar pela tua falta nele.

“Será bem menos doloroso apagar as perguntas, assim elas não existiram e nem precisaram de respostas que não nos fariam bem”

(DAYANE SANTOS, ANDREA SOUZA)