28 de mai de 2012

ANJO

Só ele podia me chamar de "Meu anjo" depois dele nunca deixei que ninguém se dirigisse a mim dessa maneira...
...Mas quem realmente era um anjo era ele, um homem a moda antiga, romântico, carinhoso...e mesmo com o conflito que se gerou ao nosso redor ele me defendeu, como o cavaleiro defendia sua princesa no conto de fadas.
Claro ele não era perfeito e também não tinha apenas qualidades, mas sempre foi o amigão, que compartilhava todas as coisas comigo, vai ver que por sermos tão iguais e gostar das mesmas coisas, não consegui suportar um sósia meu  batendo a minha porta...As mesmas músicas, as mesmas criancices ao telefone falando de desenhos animados e músicas de pop rock, ou quando um ligava para perturbar o outro toda vez que tinha um CORINTHIANS x PALMEIRAS...que saudades de tudo isso.
E ainda continuo com essa ideia em minha mente...não quero ser chamada de "ANJO", pois esta palavra vai ficar eternamente associada a pessoa do:  amigo que eu escolhi ter, no exato memento em que olhei pra ele no dia 7 de junho de 2008 e disse quero me aproximar desse "garoto"...e lá já se vão 4 anos e mesmo com tudo que se passou, ainda quando o vejo de longe, me vêm a frase: "Em menos de um segundo e eu já perco o ar...", que a gente tanto gostava de escutar.
Agora você vai ser papai e vai poder chamar de anjo aquele ou aquela que será um pedacinho de você....que venha com saúde porquê amor...terá e muito isso eu garanto, mesmo de longe eu vou amar, por que faz parte de ti e nós sempre fomos dois insanos idênticos...
Só te desejo sorte, paz e felicidade, pois você merece...


"Afinal de contas o príncipe encantado não merece ser feliz, também no meio do conto de fadas?"
(Dayane Santos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário