14 de ago de 2012

Um pobre coração

E colocou o bolo no forno, depois de um dia muito cheio, e ao esperar que ele asasse colocou suas músicas preferidas para escutar, e viu o passado por ela e as recordações vieram junto com as músicas e quantas coisas andaram acontecendo nos últimos dias, quanta correria, quantas pessoas reencontrou, quantas SMS's enviou... E de repente percebeu que tinha perdido o "foco" aquele grande problema, o dono dos olhares de interrogações já não fazia mais parte de seus sonhos, tornou-se desnecessário... afinal o que importa é viver e viver cada momento e ser feliz, e pessoas que não tem nada de bom a acrescentar  são como árvores secas...não produzem mais frutos, não oferece sombra nos dias de calor, apenas está ali e só!
Quem sabe apenas poucos entendam o seu modo de levar a vida fazendo de tudo para não se apaixonar loucamente, pois quando isso acontece é quase que inevitável que alguém acabe sofrendo...Mas quem entenderá?... Não sei só resta esperar, esperar e torcer para que quando a tal da paixão se torne impossível de controlar...que ninguém acabe chorando.

" Pobre coração, tão cheio e ao mesmo tempo tão vazio desse amor que poucos tem a oferecer."
(Dayane Santos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário